Câmara municipal de Nova Resende MG A+  
A-  
A 
Buscar no site:

Nova Resende adquire 2 retroescavadeiras com recursos devolvidos da Câmara


Em 14/08/2018 - Nova Resende adquire 2 retroescavadeiras com recursos devolvidos da Câmara

As máquinas foram adquiridas pelo valor de R$ 388 mil, sendo R$ 350 mil em recursos devolvidos das sobras da Câmara Municipal. A economia promovida possibilitou a aquisição das máquinas que tanto ajudarão a população do município. Este trabalho dos vereadores demonstra a preocupação em sempre contribuir para com o desenvolvimento de Nova Resende.

Vereadores derrubam veto do prefeito em projeto do IPREVIM/NR

Na reunião ordinária do Legislativo no dia 06 de agosto, os vereadores derrubaram veto do prefeito em projeto que trata dos vencimentos do assessor jurídico do Instituto de Previdência.

LEI FEDERAL
O vereador Lucimar Madeira apresentou indicação ao Executivo dispondo sobre o cumprimento da Lei Federal 13.01.2014 em sua integralidade e especificadamente que seja determinada às instituições parcerias da administração pública que auferem repasses de subvenções que cumprem principalmente o princípio da publicidade de seus atos no tocante a aplicação dos recursos, devendo ser alocadas placas publicitárias e outros meios de comunicação. 

ELOGIOS AO HOSPITAL
O vereador José Pedro da Silva externou votos de agradecimento aos servidores do Hospital Santa Rita e a equipe de enfermagem pelo trabalho prestado à comunidade, relatando que seu pai esteve internado no Hospital. Agradeceu o carinho com que foi tratado, observando que também presenciou o tratamento com outros pacientes.

MAIS DUAS MÁQUINAS
O vereador Geraldo Donizete Boa Sorte agradeceu todos os vereadores pela economia de gastos da Câmara possibilitando que fossem adquiridas duas máquinas retroescavadeira para ajudar no setor estradas e rodagem do município para atender a população. Para ele, a ação mostra a união de todos os vereadores que estão trabalhando para o bem estar do povo de Nova Resende. Comentou questionamentos no sentido de que os vereadores não fazem nada, mas entende que o povo reconhece o trabalho da Câmara. Lembrou que no biênio 2011/2012, quando foi presidente da Câmara, também foi devolvido recurso ao Executivo para a compra de uma retroescavadeira que contribuiu muito para os serviços, sendo que agora foi devolvido novamente e no final do ano também será devolvido para ajudar na administração pública.  

ECONOMIA
O presidente Zezé Cruz agradeceu os vereadores e os servidores da Câmara, manifestando que todos estão unidos por um só objetivo, sendo a economia. Lembrou que no final do ano passado foram devolvidos aos cofres públicos recursos e agora neste seis meses de administração foi devolvido também para a compra de duas máquinas retroescavadeira para ajudar no setor de estradas e rodagem. Declarou ser muito gratificante poder ajudar, desejando que Deus abençoe todos os vereadores e a população de Nova Resende. 

APROVADOS
Foram aprovados por unanimidade:
- projeto de Lei Complementar 004/2018 revogando a Lei Complementar 001/2017;
- projeto de Lei  031/2018 autorizando o Executivo Municipal a Abrir Crédito Suplementar no orçamento vigente nos termos do Art. 40 e seguintes da Lei 4.320/64.
- projeto de Lei 032/2018 ratificando o Protocolo de Intenções firmado entre os municípios de Arceburgo, Areado, Bom Jesus da Penha, Botelhos. Cabo Verde, Guaranésia, Guaxupé, Jacuí, Juruaia, Monte Santo de Minas, Monte Belo, Muzambinho, Nova Resende e São Pedro da União, com a finalidade de constituir consórcio, na modalidade de associação pública, denominado Consórcio Intermunicipal da Baixa Mogiana - CIMOG/MG.

VETO DERRUBADO
Entrou na pauta de discussão, o veto ao projeto de Lei Complementar 003/2018 autorizando o Executivo Municipal a regulamentar o vencimento do cargo de assessor jurídico do Instituto de Previdência do Município de Nova Resende – IPREVIM/NR. O vereador Lucimar Madeira salientou que votou contra nas duas votações do projeto, visto que seria favorável ao veto, pois acha melhor prevenir do que remediar, visto que a lei foi aprovada no período eleitoral. Em seguida o Presidente passou para a votação do veto ao projeto de Lei Complementar 003/2018, nomeando a vereadora Cleide Imaculada de oliveira Coelho para fazer o escrutínio. Em seguida, foram distribuídas as cédulas de votação, que após o escrutínio secreto obteve o seguinte resultado: 06 (seis) votos contra o Veto e 02 (dois) votos favoráveis ao veto.
(Fonte: Ata Oficial do Legislativo)